background

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Vem aí...Mixmybar !!

Ola pessoal!

Não sei se vocês notaram, mas ali do ladinho da postagem mais recente está uma nova idéia nascendo...

Curtam a fanpage no Facebook https://www.facebook.com/Mixmybar e saibam em breve como pedir a sua barrinha customizada, totalmente natural e sem conservantes!


sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Quintal dos Orgânicos

Já faz um tempo que queria dar uma passadinha aqui no Quintal dos orgânicos, na vila Madalena.
Este mercado de produtos orgânicos contém itens deste horti-fruti até cosméticos. 
Há também um pequeno restaurante que serve café da manha, salgados, pratos rápidos e durante o almoço há um buffet pequeno de saladas organicas.

O ambiente onde há mesas é bem aconchegante, porém ao adentrarmos na loja, fica um tanto escuro e abafado. No galpão de trás ficam os horti-frutis, cosmeticos e vestuários, além de produtos como massas e chocolates.

entrada
Fui acompanhada de mamis e irmã para almoçar. Eu e irmã ficamos no buffet e mamãe pediu um filé de frango.

Estes são os itens do buffet de salada. Estava tudo fresco, mas achei que poderia ser mais caprichado.
Parece que antes pagava-se R$38 pelo buffet de saladas + 5 pratos quentes, mas agora não funciona mais assim.

Logo na entrada achei engraçado dar de cara com o escritorio do mercado. A porta estava aberta e dava de cara com uma pessoa sentada de costas trabalhando no computador. Acho que por questões de iluminação o escritorio estava lá na frente e o fato de ser uma residencia térrea adaptada. 




O file de frango veio super caprichado, estava macio e suculento, mas gostamos mesmo foi do purê de batatas. Estava bem cremoso. 

Para finalizar, dividimos um pedaço de bolo de laranja com geleia de frutas vermelhas. Normal, o meu bolo é mais gostoso! rss

Depois, mais por curiosidade, fui checar os itens do mercado. Tem um pouquinho de cada coisa, 2 tipos de pães, algumas geleias, chocolates AMMA, farinaceos...achei legal terem whey protein vegano, além do tradicional. No dia da visita, as verduras não estavam tão fresquinhas assim, como se pode ver neste blog, será por que era domingo?

Quintal dos Organicos ( não achei o site )
Rua Fradique Coutinho 1416 - Vila Madalena

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Ossobuco com fettuccine

Tem coisa melhor que aquela carne cozida em molho denso e suculento?
Gosto de fazer na panela de pressão devida a praticidade e rapidez, deixando a carne molinha molinha.
Sei que para liberar mais sabor, a carne deve ser cozida durante algumas horas, na panela comum mesmo, mas tem dias que a gente quer comer rapidinho sem muitas delongas...

Já escrevi por aqui a receita de rabada, é o mesmo processo.

Ossobuco com fettuccine

-1,5kg de ossobuco
-1 cebola grande bem picada
- 2 dentes de alho amassados
- 1 lata de tomate pelati ou 1/2 lata de molho de tomate temperado
- 200ml de vinho tinto ( pode ser dos baratinhos mesmo )
- sal e pimenta do reino moida a gosto
- agua fervente 
- 500g de fettuccine cozido conforme instruções da embalagem

Refogar cebola e alho até ficar transparente.
Adicionar a carne e dourar em fogo alto.
Acrescente o vinho, misture e deixar ferver por alguns minutos, raspando o fundo da panela com uma colher de pau para retirar o sumo que grudou durante o refogado. Adicione sal e pimenta e a agua fervente até cobrir a carne.
Tampe a panela de pressão e conte aproximadamente 40 minutos quando começar a chiar.
Passado o tempo, desligue o fogo e deixe a pressão sair naturalmente.
Abra a panela e verifique se a carne esta macia. Retorne a panela em fogo alto e adicione os tomates.
Se houver muito caldo, deixe a panela destampada para ir apurando. Fica a seu critério a quantidade de molho que quiser. Eu gosto dele um pouco mais apurado para servir com macarrão.





quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Hong Kong - pelos bairros de lá

Após subir ao The Peak, descemos de funicular para o bairro Central, centro financeiro de HK. Altos e modernos predios envidraçados podem ser vistos.


Depois passamos pelo bairro Sheung Wan, onde notamos muitas lojinhas que vendia comida desidratada.

sopa de cobra e cobras vivas

Uma loja muito grande vendia o Bird Nest, uma iguaria da culinaria chinesa que consiste no ninho feito de saliva por andorinhas. É usado em sopas e dá uma consistencia gelatinosa. Os chineses acreditam em longevidade e curas para diversos males. Não cheguei a experimentar, é um prato muito caro, como a sopa de barbatana de tubarão.

iguaria chinesa: bird nest

pepinos do mar secando na calçada em meio a muitas pessoas passando ao lado
O cheiro é muito forte e peculiar destas lojas. Para quem não está acostumado, não é muito agradável...


Chegamos ao bairro Mid Level: área comercial muito movimentada.

Impressionada com esses andaimes de bambu. O predio tinha mais de 20 andares!!
Lá podemos ver e andar na maior escada rolante coberta do mundo! Tem aproximadamente 800m.


Em volta da escadaria, existem muitas lojas e o movimento é grande. 


Não a percorremos inteira, imagine descer toda essa escadaria? 

Toda essa andança deu muita fome. Aproveitamos que estavamos pelo bairro e fomos conhecer o Mak´s Noodles, mais um restaurante visitado por Anthony Bourdain no programa Sem Reservas.

cardápio
cozinha apertadinha
Pedimos 3 tipos noodles. Delicioso.
Se voce esta com muita fome, um bowl é pequeno. Para mim, se tiver um tequinho menos de macarrão seria perfeito.


noodles com wantan de camarão - 1 camarão inteiro dentro de cada wantan!
noodles com wantan de porco
para acompanhar, sempre sempre, um refogado de verdura com um molho que lembrava o de ostra 
fachada do restaurante
Marido não muito satisfeito da fome, foi pedir duas sobremesas, no caminho para o hotel.
Nao sei o nome desta sorveteria, estava em chines! rs
A especialidade eram sorbets de frutas. Várias.


Pedimos o de abacaxi na pitaya ou Dragon Fruit . Acho que tinha umas bolinhas de sagu no topo.
Estava gostoso e era pura fruta congelada batida sem adição de açucares.



Continuando nosso passeio, encontramos esta Havaianas por R$70!!


Outra parada.
Sempre que passavamos na frente desta lojinha, o cheiro doce me atraia a atenção. Sempre cheio no final da tarde, muitos jovens. Parece um tipo de wafer, mas nada doce. Sério, o cheiro estava mais gostoso que o gosto. 






terça-feira, 16 de outubro de 2012

Pão semi-integral com alecrim

Hoje é o dia Mundial do Pão!
E nada melhor que escrever aqui uma receita de pão!
Esta tirei daqui, que adaptei um pouquinho, colocando alecrim na massa.





Pão semi-integral com alecrim

- 2 xicaras de farinha integral
- 2 xicaras de farinha branca
- 3 colheres de sopa de alecrim fresco ou seco ou se preferir à gosto
- 1 xicara de agua quente
- 1/2 xicara de leite frio
- 5 colheres de sopa de azeite
- 2 colheres de sopa de açucar
- 1 colher de sobremesa de sal
- 1 pacote de fermento biologico seco

Misture leite frio com a agua quente e adicione o fermento e o açúcar, misture e deixe descansar uns 5 minutinhos. Adicione o azeite nesta mistura liquida e misture.
Misture as farinhas, o alecrim e acrescente a mistura liquida numa bacia ou outro recipiente grande. Sove durante uns 8 minutos até que a massa fique elástica e não grude muito nas mãos. Se sentir que esta muito seca, adicione algumas colheres de água em temperatura ambiente. Deixe descansando dentro do forno ( sem ligar!)fechado até dobrar de volume. Umas 2h.

Divida a massa em 2 partes, abra em um retângulo não muito fino e enrole como um rocambole. Deixe crescer novamente até dobrar o volume. Coloquei em formas de bolo inglês e levei pra assar até que ficarem dourados e ao retirar da forma, faça o teste batendo os dedos embaixo do pão. Deve-se ouvir um som oco.
Rende 2 pães medios.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Bolo de maça com whey protein - e a runner´s blue

As vezes acordo sem vontade de fazer nada. Nada, nem correr. =0

Hoje foi um dia assim, e o tempinho meio nublado, com ameaça de chuva, fazia com que eu ficasse mais down. Acho que estou com a "runner´s blue" como disse meu amigo de corrida, que por sua vez leu sobre isso e meu recomendou o livro " Do que eu falo quando falo de corrida" de Haruki Murakami.
É a chamada depressão pós "grande desafio". A gente treina,treina e treina e depois do grande dia, da tão sonhada prova, vem a depressão. Vontade de não treinar mais. É estranho ne?

Ficamos naquela  nóia de treinar que nem percebe o quanto era dura aquela luta quase diária.
Minha irmã sentiu a mesma coisa depois de terminar o IronMan. Sim, ela mais do que eu treinou muito mesmo. Imagina só o sacrificio dela que ainda é médica e arranjar tempo no meio dos intermináveis plantões? aff

Uma coisa eu coloquei na cabeça é que não tem outra saida, preciso correr pro metabolismo acelerar e não engordar novamente. É eu ja pesei 15kg acima do meu peso atual. Além disso, a corrida ou qualquer outra atividade física, mantém nosso organismo funcionando como deve ser. Então vamo que vamo!!

Falando em comida, fiz um bolo bem direcionado para os atletas e aqueles que malham forte na academia:

Bolo de maçã integral com whey protein!

- 1 xicara de farinha de aveia
- quase 1 xic de farinha branca
- 1/2 xicara de açucar mascavo (bem apertado na xicara)
- 1 colher de sopa de fermento em pó
- 1 maçã bem grande de qualquer tipo bem pecadinha com casca ou não
- 4 scoops ou 60g de whey protein ou 4 colheres de sopa bem cheias
- 3 ovos extras
- 1/2 xicara de creme de leite fresco ou iogurte

Bata bem na batedeira ou com um fouet os ovos e açucar até ficar bem fofo.
Junte a whey protein, bata até incorporar. Junte aos poucos a farinha de aveia, o creme de leite e por último a farinha branca o bastante até obter uma massa densa, mas com consistência de um mingau grosso.

Retire da batedeira e com uma colher de pau misture a maçã e o fermento.
Coloque numa assadeira pequena untada e enfarinhada e leve ao forno pré-aquecido 180°. Fazer o teste do palito.

Como em casa tinha creme de leite fresco sobrando, coloquei na receita. Assim pude substituir pelo leite e a gordura ( óleo ) já que o creme de leite é bem gorduroso. Se achar melhor ou tiver numa dieta muito rigorosa, substitua por iogurte, mas o resultado pode não ser o mesmo da foto abaixo, douradinho e brilhante. A massa provavelmente será mais pesada.




segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Biscoito aveia e tahine



A receita de hoje vem deste blog, que achei bem interessante, apesar de eu não ser vegetariana/vegana.
Os biscoitos ficam crocantes e não são, pra mim, doces na medida. 
Fiz minhas modificações com o que tinha em casa:

- 1 xicara de farinha de aveia
- 1 colher sopa de linhaça inteira ( não tinha boa quantidade para triturar no liquidificador )
- 4 colheres de sopa de mel ( não tinha melado como substituição na receita original, foi mel mesmo! )
- 1 colher sopa de maisena
- 1/4 xicara de passas escuras
- 1 pitada de bicarbonato de sódio
- 3 colheres de sopa de tahine + 1 de água

Misture todos os ingredientes secos e as passas, reserve.
Misture o restante até virar uma pastinha e misture com os secos.
Se achar que não está dando ponto para enrolar, adicione um pouquinho de água.
Faça bolinhas e achate com os dedos molhados em água.
Unte uma assadeira antiaderente com pouco óleo e coloque os biscoitos para assar em forno sem pré-aquecer por uns 20 minutos até dourar, virar os biscoitos e voltar ao forno por mais alguns minutinhos.
Deixe esfriar e guarde em pote hermético. 



quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Le Pain Quotidien - Vila Madalena

Estou só ensaiando pra começar a fazer meu próprio fermento e assim, produzir pão de verdade!
Então, para me inspirar, fui na Le Pain Quotidien  da Vila Madalena para provar algum pãozinho.

Esta padaria de origem belga já tem 3 unidades aqui em SP e utiliza ingredientes nacionais e organicos, além dos pães de fermentação natural, que deixa o pão com um sabor mais característico.

Vitrine com vários! Nham
estante alta que faz de divisória entre hall de entrada e salão à esquerd




Pedimos um macchiatto e uma cesta de pães para provar um pouco de cada.
Acompanhando a cesta: geleia de framboesa e pasta de chocolate, muito boa e quase nada doce. Ela ficaria perfeita com o pão de chocolate ou com os muffins, que não se incluia na cestinha. Os pães são bem gostosos, gostei bastante do cinco grãos, tanto que depois acabei ganhando 1/2 filão quando os sogros resolveram dar uma passada por lá.



Os pães são enormes e caros ( inteiro, o mais caro sai por R$19 ) por levarem bons ingredientes na composição e serem artesanais.



Marido provou a tortinha de limão depois ( quando eu não estava,olha só !! ), e disse que é melhor ficar nos pães...

Le Pain Quotidien - Vila Madalena
Rua Wisard 138 - SP

Leia estes aqui também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget