background

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Bolo de fibra de trigo e frutas frescas

Mais uma receitinha de bolo integral e o melhor de tudo fica bem molhadinho!
Tava ali no fundo da prateleira, um restinho de fibra de trigo pra ser usada...bolo de todo dia acabando ou ia virar biscoito ou bolo!

Bolo de fibra de trigo e frutas frescas
- 1 xicara de fibra de trigo
- 1 xicara de farinha de trigo
- 3 ovos
- 1/2 xicara de óleo
- 1/2 xicara de kefir ou iogurte firme
- 1/2 xicara de açucar mascavo
- 1 colher de sobremesa de fermento em pó
- 1 maça grande picada
- 1 pera grande picada

Pré aqueça o forno a 180°.
Unte e enfarinhe uma forma de bolo ingles.
Bater bem os ovos com açucar.
Adicionar as farinhas, óleo e iogurte até ficar homogeneo. Adicione as frutas picadas e o fermento. Misture até incorporar.
Coloque no forno e faça o teste do palito.


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Barrinhas de cereais totalmente naturais

Você gosta de barrinha de cereal?

Está cansado daquelas marcas de sempre que nunca muda o sabor?

Está procurando algo totalmente sem conservantes e outros nomes esquisitos que vêm descritos nos ingredientes das embalagens daquelas marcas industriais?

Que tal então você mesmo escolher seus ingredientes que mais gosta e montar a sua?

Olha só algumas dicas:

Chia + banana-passa + macadâmia + gergelim + amendoim

Cramberry + chia + castanha de caju + semente de girassol

Morango passa + semente de abóbora + gergelim preto + damasco + amaranto
Fique de olho no Facebook : curta nossa fan page e fique por dentro de mais novidades!
https://www.facebook.com/Mixmybar


terça-feira, 13 de novembro de 2012

Pão integral de beterraba

O pão de hoje veio adaptado deste post do blog de Neide Rigo.
Gosto muito das receitas dela, simples e honestas e das informações sobre ingredientes pouco usuais em nossa mesa.

Voltei do Ceasa com uma rama gigantesca de beterrabas, com rama e tudo e decidi fazer este pão.
Só para se ter uma ideia, 1 bola de beterraba tinha quase 500g! Afff Cozinhei na panela de pressão, amassei e coei o liquido extra numa peneira. Deixei esfriar.

Numa bacia, juntei 1 saquinho de 10g de fermento biológico seco com 1 xicara de água. Mexi até dissolver.
Adicionei 3 colheres de sopa de açúcar + 1 colher de sopa de sal. Dissolva bem.
Acrescente os 500g de beterraba amassada. Se quiser pode adicionar mandioquinha cozida até dar os 500g. Vá adicionando a farinha integral misturando com colher de pau. Dependendo da umidade da beterraba, vai mais que os 900g da receita original. Tive que adicionar quase 500g a mais que a receita original e ainda farinha branca, pois a minha integral acabou!
Quando a massa começar a ficar pesada para se misturar com a colher de pau, sove com as mãos. Adicionei azeite, aproximadamente 1/4 xicara. Vá colocando a farinha aos poucos até a massa soltar das mãos. A minha deixei um pouco pegajosa e elastica.
Deixei a massa crescer dentro da bacia coberta com um pano de prato e coloquei dentro do forno ( desligado ) até dobrar de volume ( umas 2 horas ).
Dividi a massa em 4 e modelei, deixando crescer novamente ( 1 hora ) coberto com pano e dentro do forno novamente.
Assei em forno quente 220° durante 10 minutos e depois abaixei para 180° até corar.
Para saber o ponto, verifique cada filão, batendo a ponta dos dedos por baixo do pão. Deve-se ouvir um som oco.


segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Wan Wan

Após ver a dica deste restaurante no Blog Tabeteimasu e no Blog Yakisoba,não, eu e meu marido resolvemos fazer uma visitinha. Como disseram no blog, a comida é barata e muito boa, lembra bastante a comida de Pequim. 

O restaurante é muito muito simples, como muitos de lá da China. As atendentes não falam portugues ( ainda ) e uma só falava melhor e acabou atendendo nossa mesa e a mesa de outro casal de descendentes niponicos como nós.

O cardápio esta traduzido em péssimo português. Caçando algumas palavras, dá pra arriscar o que você quer comer, por exemplo camarão.

chazinho de jasmin à vontade
Pedi verdura refogada com gengibre, mas não havia gengibre e foi simples assim.


Começamos com o Ha gaau, bem leve e com camarão bem temperadinho. Infelizmente a apresentação não tava muito bonita, veio bem mole, se desfazendo, mas estava gostoso.

Logo depois veio o Shiao mai recheado com carne de porco ( parecia picada na faca, pois senti pedaços que não lembrava algo moido ), havia também pedacinhos de camarão no fundo. Bem temperado.

Marido não satisfeito pediu um tipo de lámen com carne de porco e um tipo de picles que não sei qual o nome. Estava gostoso, caldo bem potente! Havia cebolinha e alface também.


No final a conta saiu bem baratinha pra quantidade de comida para 2 pessoas, em torno de 15 reais sem bebidas! Recomendo!

Wan Wan 
Rua Galvão Bueno 555 - Liberdade - SP

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Bolo de chocolate

Outro dia vasculhando meu armário de coisas antigas, achei um caderninho de receitas antigo, de quando era adolescente. Acho que tinha uns 12 anos quando comecei a me interessar pela culinária. Primeiro vieram os doces e este bolo estava entre as primeiras receitas.

Era uma época boa, mães e tias sempre trocavam várias receitas e esta, de uma prima, fazia muito sucesso.
Claro que adaptei, porque hoje em dia, não consigo mais fazer em casa coisas que não sejam integrais ou semi-integrais. Procuro sempre diminuir a quantidade de açúcar refinado e colocar um pouco de mascavo ou demerara. 

Vou passar a receita original e a minha versão. O segredo é bater muito bem manteiga e ovos.

Bolo de chocolate 

- 2 xic farinha branca peneirada ( coloquei 1 xic de farinha integral )
- 1 xicara de açucar refinado ( coloquei 1/2 mascavo e 1/2 branco )
- 6 colheres de sopa de cacau em pó 
- 200g manteiga sem sal em temperatura ambiente ( coloquei 50g pois só tinha isso e completei com mais 1/2 xicara de óleo )
- 5 ovos grandes ( clara e gemas separadas )
- 1 copo de iogurte integral natural

Bater bem na batedeira gemas, manteiga e açucar até ficar fofo e um creme liso. 
Incorporar aos poucos a farinha misturada com o cacau, alternando com o iogurte. 
Assim que tiver tudo bem incoporado, reservar.
Bater claras em neve e misturar com cuidado na massa de chocolate.
Colocar em forno pré-aquecido a 180° e fazer o teste do palito.




Eu não fiz calda, pois prefiro algo menos doce. 
Como a assadeira era pequena, com o resto da massa fiz muffins.



Minha ceia: bolinho com iogurte caseiro! 

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Cookie doce de okará

Preciso dar um fim em um monte de coisas que estão no meu freezer, morando a algum tempo.
Tinha 250g de okará, o bagaço fibroso resultante da produção de tofu ou do leite de soja.
Riquissimo nutricionalmente, decidi fazer estes cookies para comer junto com meu iogurte na ceia, antes de dormir. Boa opção para o lanchinho da manhã ou da tarde.

Cookie doce de Okará

- 250g de okará
- 1/2 xicara de oleo de canola ou girassol
- farinha de trigo até dar ponto de enrolar ( aprox. 2 xicaras )
- 1/2 xicara de açucar ( acho que o demerara iria bem, achei que o mascavo não iria combinar )
- 1 colher de sobremesa de bicarbonato
- 2 ovos batidos

Pré aqueça um forno a 180°. 
Misturar tudo até dar ponto de fazer bolinhas. Passar óleo nas mãos.
Unte uma assadeira ou use uma antiaderente. Amasse cada bolinha com um garfo.
Leve para assar até ficarem moreninhos, uns 40 minutos dependendo do seu forno. No meio do tempo, verifique se estão corados por baixo, virando-os para dourarem por igual.
Deixe esfriar completamente e guarde em um pote hermético ou congele por até 1 mês.



quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Hong Kong Parte 4 - Big Buddha e Monasterio Po Lin

A Ilha de Lantau abriga a maior estatua de buda do mundo, o Big Buddha ou Tian Tan Buddha. Feito de bronze com 34m de altura ( incluindo sua base, a flor de lotus ) e construido em 1993. 


O parque onde localiza-se o Buda é grande e abriga também o Monastério Po Lin.

portal de entrada



Para subir até o grande Buda, temos opção de escadas ou por carro, numa estradinha que chega por trás do Buda. Claro que é mais legal pela escadaria. Assim já sobe rezando! ;)





Podemos ver ali ao fundo o Monasterio

estátuas que rodeiam o Buda

monastério
por dentro, lindissimo em tons predominantes vermelho e dourado
Após subir toda a escadaria, nada melhor que matar a fome no restaurante vegan do monastério.
Pode-se pagar pelo buffet "coma a vontade" ou pedir o que tiver vontade e curiosidade de comer, num balcão repleto de opções exoticas.Há cardápio em inglês, mas sofrivel. Pedimos o que parecia gostoso e o que muitos estavam pedindo, o que tinha mais saida.

rolinhos primavera e torta de tarô ( inhame), a frente tofu agridoce, beancurd e outro que não identificamos temperado com curry. Bem picante e forte.

yakisobas com legumes e o pudim de soja com calda rala açucarada ( morno, uma delicia, super leve, comeria 2 )

gelatinas
Não satisfeita, pedi gelatinas. Deliciosas e pouco doces.
Durante o passeio, pudemos notar muitos chineses e indianos. Quase não vi outros estrangeiros.
E pra variar, achavam que nós eramos chineses...

bondinho carioca ! aqui estavam representados os principais cablecar do mundo
Umas das melhores coisas de HK foi pegar este teleférico com 5,7km de trajeto. O passeio parecia nunca terminar!

Aqui, voce poderá acessar mais informações.


ao fundo o aeroporto de Hong Kong


olha só esses conjuntos residenciais, devem ter uns 30 andares e zilhoes de apartamentos

mais de perto...um grande complexo: metro, clube,lojas servem estes apartamentos.


Leia estes aqui também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget