background

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Hamburguer caseiro misto

A larica do marido por hamburguer crescia a cada dia...e eu com a minha alimentação mais saudavel possivel , já viu ne?

Mas até que um dia, eu me rendi. ok ok, vou fazer, até porque de vez em quando a gente não morre né?

Hamburguer caseiro misto 

- 500g de patinho moido 1 vez
- 100g de linguiça sem pele
- sal e pimenta a gosto
- 1 cebola picadinha
- alecrim a gosto

Misturar bem e moldar bolinhas do tamanho que quiser. Achatar e moldar as bordas de modo que não fiquem rachadas. Fritar em frigideira antiaderente sem óleo. Se quiser pode pingar um pouco de molho inglês, fica muito bom!

O da foto abaixo acompanhou um pão integral francês da padaria mesmo, com maionese, agrião, mostarda e katchup. Pronto, acho que agora acabou a larica né? 


terça-feira, 26 de junho de 2012

Beijing parte 3 - Praça Celestial e Cidade Proibida

Chegamos exaustos ao hotel e tudo que queríamos era dormir para recarregar as energias, pois dia seguinte seria dia de passeio! Oba! Mas como nada é perfeito tem o problema do fuso horario.
Imaginem a bagunça que isso faz no nosso relógio biologico: janta no lugar do café da manha, almoço no horario brasileiro que vira uma ceia no meio da madrugada! E pra piorar acordar no horario meio brasileiro aind: as 4 da matina já não estava com um pingo de sono!! 

E para aproveitar o dia, aproveitei para correr levinho pela larga calçada da avenida 
Passeei por 5 km nesta grande avenida, observando como a rua era limpa e sem buracos. Ao lado da calçada, na parte da rua, havia uma faixa exclusiva para motocicletas e bicicletas. Tão "igual" a São Paulo...
As ruas de Beijing sempre muito arborizadas e com jardim cuidados.   

Isso sim é calçada. Totalmente acessivel, os deficientes agradecem! 
E claro, depois da corridinha matinal nada melhor que tomar um café da manha caprichado e típico ne?

No hotel, tinham muitas e muitas opções de comida matinal tipica. Coisas que os ocidentais achariam que fosse um almoço. Macarrão, verduras refogadas, saladas, picles, paezinhos assados no vapor, ovo...Gostei bastante do leite de soja feito na hora, ainda quentinho. Que sabor! Nada parecido com aqueles que compramos de caixinha, nada mesmo!

Ainda tinha uma ilha no meio do salão onde um garçom fazia sucos na hora. De todo tipo, com verduras também. Sempre tomava a sopa com wantan ( capeleti chines ) bem levinho e comia os baozis. Nada de pão ocidental, não era bom.

Café da manhã tipico! 

Baozi doce ( com azuki/anko ou doce de feijão ) e salgado ( verduras e cogumelos )

Congee ou arroz cozido em muita agua. Este parecia integral! 

Doces ocidentais e um tipo de churros bem leve.

O pé direito do salão era enorme.
Depois do café da manha, city tour!
Conhecemos a Praça Celestial, onde havia uma fila interminavel para ver o corpo embalsamado de Mao Tsé Tung e muita muita gente turistando. Muitos chineses curiosos bisbilhotavam os grupos de estrangeiros. Alguns até bem atrevidos entravam no meio da rodinha e alguns tiravam fotos!
É gente, chines é muito curioso.

Minha turma da maratona.

Praça Celestial: a 3a maior praça do mundo

Ao lado da Praça ficava a entrada da Cidade Proibida.
Mesmo estando junto com o grupo, nossas caras asiaticas e mais chinesas que nunca, nos confundiam como fora de nosso grupo. Muitas vezes, nos barravam para entrarmos junto com os chineses! Daí tinhamos que colar no nosso guia Tony. Só ele para explicar em chines que faziamos parte da turma de estrangeiros!

Entrada da Cidade Proibida



Uma dos pátios de entrada da Cidade Proibida
Leão guardião


Impressionante as pinturas dos porticos e estruturas em madeira. E todas de encaixe, nada com pregos! 



Costume local: todas as crianças pequenas não usam fraldas! Seja frio ou calor, usam uma calça com uma fenda para fazer as necessidades em qualquer lugar. Sim! Em qualquer lugar! Onibus, metro, rua.... bom, de certa forma é ecologicamente correto. 


relogio de sol marcava a hora certinha!


Animais guardiões nos telhados
Num dos jardins, pedras foram trazidas de outra parte da China para decorar. Com formatos tortuosos formavam um tipo de labirinto interessante.




Paramos para almoçar num grande restaurante turistico. Muitos pratos diferentes com vegetais, frango, porco e o principal: Pato de Pequim! 
Como estava sentada com a turma da excursão, não consegui fotografar os pratos. A mesa em que estavamos era daquelas rodondas com prato giratório ao meio, como podemos observar em muitos restaurantes chineses grandes em São Paulo como o Chi-Fu. 
Os diversos pratos bem caprichados eram postos na mesa assim que eram prontos. A culinária de Beijing é forte, gordurosa e apimentada. Não se parece nada com que estamos acostumados a comer por aqui. E como é gostosa e variada! 

Tirando as lascas de carne e pele 
Continua...

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Ó Chá

Sábado a tardinha, friozinho e fome...era hora do lanche ou mais propriamente, a hora do chá!

Eu e o marido estavamos na Vila Madalena a procura da loja do "Melhor bolo de chocolate do mundo" e demos de cara com esta nova casa de chá a Ó Chá. Resolvi entrar na hora, seria melhor que somente um bolo de chocolate, pois amo chá.

Marido pediu café expresso e eu bolo e chá de baunilha, que vem num bulezinho! ( esqueci de tirar foto, tomamos rapidamente ! )

Salãozinho com decoração muito caprichada e aconchegante.

Bolo de pêra e cobertura com açúcar mascavo, bom bom bom
O bolo tava macio e com pedaços de pêra e a cobertura de açucar mascavo bem marcante. Haviam outros doces com uma aparência muito boa, como a torta de avelãs! O cardápio enxuto conta também com sanduiches e outras bebidas mais encorpadas. Tudo ali parece ser feito com capricho.

Não encontrei o site da loja brasileira, mas achei este comentario. Como a loja é portuguesa pode-se ver por este site.

Ó Chá
Rua Aspicuelta, 258, Vila Madalena, tel.:  2737-8001

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Beijing parte 2 - Conhecendo a capital chinesa

Bom, contada já a história da maratona, vamos começar do começo, como cheguei e quais foram minhas impressões dos primeiros momentos na China.

Viajamos 24h e mais um pouquinho incluindo a escala de quase 3 horas em Doha, Qtar. Escolhemos viajar pela Qtar, empresa aérea com serviço excelente e comida que não parece de avião! Segue sequencia abaixo do que comemos ( desculpe, mas algumas fotos nao ficaram boas, dentro do avião com aquela luzinha fraca não dá ne? =P )

lanchinho brasileiro


lasanha vegetariana tava boa demais


bem servido


outro cafe da manha tipico...congee com frango
cafe da manha ocidental

cafe da manha oriental ( congee ou okayu, arroz cozido em muita agua )

ovo cozido embalado!

acho que é temperado com shoyu para ficar com esta cor

nao é ruim nao


Chegando em Doha depois de 14h, me surpreendi com o tamanho do aeroporto, mais parecia uma cidade! Descemos do avião e pegamos um onibus que nos levou até o local para aguardarmos o proximo voo. Isso demorou uns 15 minutos! Lá chegando nos deparamos com um enorme Duty Free, com direito a uma ilha/loja de muitas joias em ouro que brilhavam de longe!

coca arabe
Outra coisa que notamos foi a quantidade absurda de gente que estava fazendo escala, muitos do próprio oriente médio, muitos indianos e chineses. E calor, muito calor, já que o aeroporto esta localizado num deserto. Sabe aqueles filmes e desenhos animados em que se vê aquele horizonte sem fim e o sol grandão e aquele calor de rachar?

Partimos para mais 8h até Beijing onde chegamos bem, mas muito cansados.
Como se esperava do pacote que havia pago para a maratona e que incluia passeios na capital chinesa, fomos recepcionados por 2 chinesas simpaticas, mas bem confusas com o pessoal que ia chegando. Ficamos quase 30 minutos para achar alguem da organização da corrida. Apenas deixaram indicado por meio de placas a "Great Wall Marathon" e no meio do mar de gente com plaquinhas foi dificil localiza-las.

O aeroporto de Beijing é magnifico e enorme também. Aqui, no site do escritorio de arquitetura que o projetou, podem ver o  2o ( agora ) maior aeroporto do mundo. Arquitetura de primeira!

xii, acho que nao podia tirar foto...na fila da imigração !
teto - treliça


recepcionistas da maratona

um grande vão livre

Partimos para o hotel eu e o marido num taxi chique, com motorista bem vestido e com luvas como no Japão.
Queria muito ficar bem acordada para ver a cidade, mas acabamos capotando de sono! Aproveitando que estava um transito infernal, uma sonequinha não ia fazer mal...Acordei quando já estavamos nos aproximando do hotel Beijing que tem mais de um seculo de existencia.

Chegando no hotel, deixamos as malas e já fomos aproveitar para passear com o pouco tempo que tinhamos, afinal já anoitecia.

Tentamos em vão achar um restaurante que o marido viu na internet que se chamava Noodle Loft. Em Beijing é dificil de saber a numeração dos edificios! Penamos bastante. Na mesma avenida que o taxi nos deixou haviam outros restaurantes e acabamos jantando num Hot Pot.


preparando
este macarrão tinha algum tipo de vinagre na massa...tava azeeedo

sobremesa com gelatina, melancia e gergelim, pouco doce e bem suave



Este prato parece muito com o shabu-shabu ( japones ) é um tipo de fondue, onde temos um caldo fervente de diferentes tipos, picante na maioria das vezes e nele voce escolhe o que quer acrescentar: carnes, vegetais, tofu...é bem gostoso e como estava frio de noite, foi perfeito. Escolhemos um que parecia ter bastante saida, já que estava na primeira pagina e tinha tomate e muita pimenta no molho.

Nossa comunicaçao com o garçom foi engraçadissima, atraves de mimicas, falando em ingles ( o que não ajudava muito ) e dando muitas risadas conseguimos pedir algo para comer.
Ah, outro detalhe, em Beijing comer é muito barato. Neste jantar gastamos aproximadamente 10 dolares para 2 pessoas.
Perto do hotel fica a Dong Hua Men Night Market, um mercado turistico de comidas exoticas e bugigangas que vemos vendendo na 25 de março. Predominam as comidas, na sua maioria não exoticas e com muita abundancia.


os escorpioes estava vivos, com as patinhas mexendo! nao tive coragem de experimentar, mesmo sendo preparados em fritura de imersão



estou na 25 de março?

estes eram muito bons! De arroz com amendoim ou milho eram leves e pouco doces 

melhor nao olhar a sujeita...rs

esta sopinha com bolas de massa de peixe estavam uma delicia




Logo na entrada vemos os turisticos espetinhos de escorpião, bichos da seda, cavalos marinhos que de acordo com o nosso guia, não é comida de chines. Então foi melhor não arriscar, mesmo porque o local não é muito limpo. É preferivel que comemos coisas bem cozidas, fervidas e fritas. Melhor não arriscar verduras cruas e frutas com casca fora do hotel. Agua só fervida em restaurantes ou de garrafa.
Me diverti vendo tantas comidas diferentes.

Beijing Hotel entrada imponente


Como não fico sem iogurte todos os dias antes de dormir, experimentei um chines bem popular por lá. Bem suave e gostosinho, vinha num potinho com um canudinho que se espetava na hora na boca lacrada do pote para beber.



Compramos algumas guloseimas chinesas e voltamos para o hotel para desacansar, já que o outro dia nos reservava um passeio de um dia inteiro pelos pontos principais de Beijing, que fica pro proximo post.



Leia estes aqui também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget